THEME
In a world come undone at the seams?
let there be love...

1 DIFICULDADE: SABER COMO SE PRONUNCIA CORRETAMENTE O NOME DAQUELE PERSONAGEM DO LIVRO




“Eu só queria um colo para encostar minha cabeça e fingir que o mundo lá fora não existe.”
Clarice Lispector  (via errografa)

“Todos nós vamos morrer, que circo! Só isso deveria fazer com que amássemos uns aos outros. Mas não faz.”
Charles Bukowski.  (via reerguer-se)

“Eu queria ser seu último amor. Mas sabia que não era. Sabia e a odiava por isso. Eu a odiava por não se importar comigo. Eu a odiava por ter me deixado naquela noite. E odiava a mim mesmo por tê-la deixado ir embora, porque, se eu tivesse sido suficiente, ela não teria querido ir embora. Simplesmente teria se deitado comigo, conversado e chorado. E eu a teria ouvido e teria beijado as lágrimas que caíam dos seus olhos.”
Quem é você, Alasca? (via incorpora)






“‎Ninguém é tão sensível. Ninguém é bruto o tempo todo. Todas as vezes que tentam me colocar num desses estereótipos eu fico angustiado, sabe? Porque não é verdade. A vida é plural e a gente é feito de vários momentos. A construção da personalidade é feita de vários momentos, dentro de impressões sobre o mundo que você tem a cada momento e antes de qualquer coisa eu tenho muito mais conflito do que certeza. Então, eu não posso me afirmar porra nenhuma.”
Marcelo Camelo.  (via involuntus)

“E sempre vamos nos culpar, por palavras não ditas, atitudes não feitas e pensamentos não expostos.”
Vinicius Sartori. (via sepultos)


“Talvez eu saiba, em algum lugar no fundo da minha alma, que o amor nunca dura. E temos que arranjar outros meios de seguir em frente sozinhos com uma cara boa. E eu sempre vivi assim, mantendo uma distância confortável. Até agora, eu tinha jurado a mim mesma que eu estava contente com a solidão, porque nada disso algum dia valeu o risco, mas você é a única exceção.”
The Only Exception. (via serporestar)